domingo, 24 de janeiro de 2010

Desabafo

Tanta coisa acontecendo que to tentando juntar tudo pra conseguir escrever.
A verdade é que descobri que em qualquer tipo de relação, seja ela profissional ou pessoal, devemos tirar das pessoas o melhor que elas podem nos dar.
E confesso que isso faz toda a diferença.
Principalmente quando aprendemos que na vida não devemos esperar nada de ninguem, simplesmente podemos esperar as coisas que dependem de nós mesmos. Dessa maneira nos machucamos menos e o sofrimento e decepções acabam sendo bem menores.
Aquele velho papo das expectativas que criamos, sabe?
Descobri que as pessoas não estão prontas pra ouvir certas coisas, e olha que nem to falando de verdades que machucam... Todo mundo ta tão acostumado a ser maltratado pelo outro, que o pouco do carinho e atenção acaba assustando.
Um simples “sinto sua falta” acaba virando uma metralhadora de desaforo...
Doeu o silêncio, o descaso, a falta de sensibilidade.
Mas passou.
Descobri que a mágoa só faz mal pra gente mesmo.
Somos muito diferentes um do outro, seja por valores, criação, modo de pensar, agir e sentir...
E isso é muito louco, porque são essas diferenças que num primeiro momento nos unem, no final acabam nos afastando.
E como sempre falei pra uma grande amiga, nessas horas meu lado Poliana vem a tona, mostrando que na vida, nem tudo é tão ruim como parece.
Afinal, tudo isso nos faz ainda melhores, mais fortes, mais dignos e principalmente mais gente.
Bom, com tudo isso, o que eu quero mesmo é dizer, é que quando a gente gosta, a gente cuida, seja de um cachorro, um gato, um namorado, um amigo...
Porque como diria Caio F. Abreu:
"Amor não resiste a tudo, não. Amor é jardim. Amor enche de erva daninha. Amizade também, todas as formas de amor."

5 fofos com a palavra:

Leticia Gimenes disse...

muuito lindo seu texto! me emocionei bastante por estar passando por um momento muito parecido, em que as palavras se encaixam perfeitaamente. ameeei! ;*

Ernani Netto disse...

Quando as diferenças não são superadas, mas apenas acentuadas, realmente fica difícil ter um relacionamento.

Espero que você tenha a mesma sorte que eu tive e estou tendo.

By the way, tenho novidades para te contar. Quando você estiver tranquila me dá um toque pelo msn que eu to doido de vontade de te contar...

Bjaum

Tempestade disse...

Em certos momentos da vida é preciso se afastar e olhar de fora. Fácil não é, mas é uma boa forma de reavaliarmos a situação pela qual estejamos passando.
E assim sofrermos muito menos e em menos tempo.
Desejo que você encontre, seja namorado, amigo, família, pessoas que sejam assim como você: que dão e recebam o carinho na mesma intensidade e forma.
Beijos Tempestuosos e ótima semana!

Lilian disse...

'Quando a gente gosta a gente cuida.
FATO!
Amei aqui.
Bj

Priscila Rôde disse...

Quando a gente gosta, a gente cuida mas, existem pessoas que merecem ser cuidadas ainda que não sejam amadas ou coisa parecida.

Beijos, Fofa.