quarta-feira, 26 de agosto de 2009

Que assim seja!



"Brincadeira Séria"


Faz de conta: você acordou, ligou para o salão e marcou um horário. Na hora do almoço foi lá e pediu: Corta bem curto. O Cabeleireiro não acreditou no que ouvia. Afinal, seus quase cinquenta centímetros de cabelo sempre foram, na sua cabeça (literalmente), uma espécie de atestado da sua feminilidade. Mas agora eles teriam de ser curtos. Para que suas idéias ficassem longas. Ele colocou a mão um pouco abaixo do seu ombro: Mais ou menos aqui? Você segurou a mão dele levou-a na altura da orelha, e disse: Tosa.

Depois você passou naquela loja onde tem uns vestidos moderninhos e coloridos.
Você entrou e pediu aquele cor de laranja com borboletas, muito maus curto do que os que você costuma usar. Aproveitou e pediu a sapatilha da vitrine. Arrancou o seu terninho bege, sua camisa branca e seu escarpim marrom. Deixou tudo por lá mesmo, no provador. E quando a vendedora perguntou o que fazer com aquilo, você disse: Queima.

Quando você retornou ao trabalho, uma hora depois do horário de costume, com aquele vestidinho e com os cabelos daquele jeito, a roda em torno de você foi se formando. Uns animadíssimos. OUtros nem tanto. Alguns reprovaram. Como as coisas já não andavam muito bem por ali, sua chefe lhe chamou no final do dia para conversar, e avisou que as coisas não poderiam continuar daquele jeito, ou ela teria que substituir você. E você disse: Substitui.

Saindo de lá deu vontade de jantar naquele bistrô aonde você acha que só deveria ir no dia do seu aniversário ou outra data importante. Você mal encostou seu carro e já veio o dono da rua, dizendo que eram dez pratas para parar ali. E, como você não deu bola, o homem começou aquela conversinha surrada dizendo, na entrelinha da entrelinha, que um eventual não-pagamento antecipado incorreria em riscos indesejáveis na pintura do seu bólido. Você pegou o celular, digitou três números, mostrou o visor para o homem e , já com o dedo na tecla "ligar, disse: Risca.

Faz de conta que você chegou em casa e sua filha de dezessete anos estava na sala com o namorado. Você teve que contar de novo a história daquele vestido e daquele cabelo e, como chovia, sua filha sondou se o rapaz poderia dormir ali. E, enquanto jogava no lixo aquela agendinha que você só usava no trabalho, você disse: Pode.

Quando se deitou para dormir, aquele anjo que costuma vir conversar com você antes do sono se empoleirou na cabeceira da sua cama. Elogiou o cabelo, o vestido, a decisão no trabalho, o presente de não aniversário, o chega-pra-lá no dono da rua, a atitude com a filha. Só por curiosidade, perguntou que bicho havia mordido você. E você, se ajeitando no travesseiro e já desligando o abajur disse: Nenhum.

No dia seguinte, vendo que eram dez da manhã e você ainda não havia se levantado, sua filha entrou no quarto, vocês conversaram e no final ela perguntou como é que vocês viveriam dali pra frente. Com certa ironia, ela arriscou dizer que com as bolsas e badulaques que você produzia e vendia nos finais de semana é que não seria. E você disse: Sim.

À tarde, você procurou o dono daquele galpão que você havia visto para alugar, perfeito para uma oficina, e fez uma oferta. O homem coçou a cabeça, pediu um pouquinho mais , e você disse: Fechado.

A noitinha, você foi até a casa dos seus avós, assim, de surpresa. E, de surpresa, você os beijou. E quando eles perguntaram o que era aquilo, você disse: Amor.

Faz de conta que foi assim. Faz de conta que foi desse jeito que você virou a mesa. Que resolveu não perder mais tempo, fazer o que gosta e ser do jeito que você, só você, acha que fica mais bonita.

Faz de conta que você morreu. E que alguém lhe deu a oportunidade de voltar para um terceiro tempo.

Então. Agora vai lá e faz tudo de verdade.

Essa é uma crônica que li da Silmara Franco. Achei fantástica. Talvez pelo fato de ter decidido a um tempinho ser quem sou, e principalmente não perder mais tempo. Confesso que isso me fez um bem danado.

Não podemos ter medo de assumir o papel de protagonista da nossa vida!

31 fofos com a palavra:

Sylvia disse...

Amei! Gostaria de ser corajosa para tomar partido da minha vida!

Bjs

Ernani Netto disse...

Não devemos deixar o medo impor o que fazer e muito menos deixar os outros nos dizerem o que fazer!

Bjaum com muita saudade!

Déia disse...

Amei!!

Talvez eu iria um pouco devagar, pq o radicalismo me assusta, tanta mudança kkkkk
Mas seria bem legal, começar a rever o que pode ser mudado em nossa vida e que não fará falta nenhuma, mas uma enorme diferença!
bj

Denise disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Denise disse...

Começar de novo,virar e mesa,dar um basta ,tosar,queimar,substituir,parar,seguir,riscar,acreditar,cair e LEVANTAR.
O que não dá ,é ficar vendo a vida como expectadora.
Mesmo com direito a muitos lances errados,algumas porradas,coração partido e um monte de gol na trave,agente tem q estar escalado pro "jogo"

beijocas de saudades

Tempestade disse...

Adorei a crônica e acho que a gente deveria se permitir a fazer isso sim. Mudanças são sempre bem-vindas.
Beijos Tempestuosos!

Desabafando disse...

amei, amei, amei esse texto....sabe que muitas vezes tenho vontade de ter essa pitadinha de ousadia dessa moça da história, mas ainda não consigo...tb tenho feito várias mudanças na vida, tenho sido mais eu mesma...mas não é algo fácil né!

Erica Vittorazzi disse...

É engraçado que nós mulheres começamos as nossas mudanças sempre pelo cabelo. É que a nossa força nunca esteve ali. Lindo texto. Gostei daqui.

♥ Driii ♥ disse...

Menina... ar-ra-sou!!!
Isso que é post!!
Olha, conheci o blog da Silmara Franco recentemente... e me apaixonei: foi amor a primeira vista!
Fofis... vc falou tudo : Não podemos ter medo de assumir o papel de protagonista da nossa vida!
É isso mesmo, estamos aqui pra viver plenamente, sem amarras,sem medos,viver, viver e viver!!!

Paz e luz pra vc....


Beijoquinhas...

Erica Ferro disse...

Ameeei.
Eu queria ser corajosa para ser o que intimamente já sou.
:**

Sanzinha disse...

Adorei o texto, querida!
Eu só não tosaria o meu cabelo, mas de resto... rs

Beijão!

Cris Teles disse...

‘meu coração não se cansa de ter esperança, de um dia ser tudo que quer’ [Caetano Veloso]
Adorei seu blog!!
Beijos,
Cris

Mel disse...

Amei! Perfeito, nem tem muito o que se falar.
Então vou só dar o recado, tem presente pra você lá no blog, passa por lá depois.
Bjs

Juliana Veronese disse...

Que texto ótimo!! Dá uma certa vontade de chutar o balde. :D

Viviane Moraes disse...

Muito bom mesmo a crônica, é divertidissima..
Sinceramente é o que está acontecendo comigo, tomando a vida com rédias curtar, vivendo de uma outra forma, que numca pensou em viver, é questão de segundos.

Beijão..s2

EU SOU NEGUINHA disse...

Adorei,
Sempre chega uma hora que precisamos disso,tomar o controle de nossas vidas e mudarmos o canal..fiz isso e
não me arrependo nem um pouco,hj,sou mais feliz..
Beijos em ti

Isabela disse...

Lindo post! Eu me identifiquei muito, sou constantemente assim...Estou seguindo você!Bjs

Juuziinhaa... disse...

Da vontade de seguir a risca.
Muito bom o texto
I like =)

Ariel disse...

adorei o novo lay out
=)
e adoraria ter coragem de fazer essa reviravolta
mas eh um pouco mais complicado que isso
=P
faz parte
bjinhos docinhos

Lucy disse...

Muito boa a crônica rs.
Mas é bem radical não.!?!
Eu não seria tão corajosa assim .
Talvez mudando aos poucos...sim.


Beijos Fofuxa*

Lucy disse...

Ah ,eu tbem tava com saudades viu,me abandonou snifff sniff rs

Crystal disse...

Texto perfeito!!

Bem que eu queria ter coragem e dar uma virada assim...

To precisando!!

Beijos

Leonardo disse...

Já escrevi uma vez sobre ser quem nós somos. http://sessaodasoito.blogspot.com/2008/11/persona.html

E nem precisa ser uma mudança radical. O importante é se agradar. Os outros não vão gostar???

IIIIIIIIIIIIIIIIIIIIII?????

Hahahaha

Beijo!!

Sanzinha disse...

Vim te deixar um beijo!
Ótima quinta-feira pra vc!

:)

Beijocas!

Johnny na Babilônia disse...

Fofa, adorei o novo visual do teu blog!@ PArabéns! Bjs!

Liciane disse...

Nossa!!!!! Amiga, cheguei me emocionar...
Amei de verdade!!!!
Vou ver se faço algumas mudanças na minha vida, assim... ser quem eu gostaria de ser de verdade...
Falta coragem, mas não custa tentar.
Que máximo!!!!!

Beijos e ótimo fim de semana!!!!

♥ Driii ♥ disse...

Fofisss...Sumiu?!?!
Saudades viu!!!
Passa lá no meu blog que tem selinho pra vc!
Beijinho...

Bel disse...

nossa amei a cronita
Como eu queria acordar um dia e fazer tudo isso!

bjs

PS:Nossa amo muito teu blog, ando sumida mas teu blog foi um dos que eu senti falata de vissitar!

Sanzinha disse...

Por onde anda, querida!
Espero que esteja tudo bem.
Beijo grande!

Juliana Migliorati disse...

Tem selinho p/ vc lá no meu diário
http://www.enfermagemdiario.blogspot.com/
Beijinhos.

Gabriela disse...

Simplismente Lindoo

coragem chegaa . pode ter certezaa
vamo realizaa
mei seu blog , fofaaa to seguindoo ;D